A paixão pela capital do Espírito Santo está representada nas medalhas da Meia Maratona de Vitória. O maior símbolo de recompensa por completar o percurso de 8 ou 21km desta corrida trará um ponto turístico da cidade em cada edição. A próxima etapa da corrida está marcada para o próximo dia 9 de setembro onde será entregue a segunda parte de uma série de medalhas que irão se complementar.

Em 2017 o ponto turístico homenageado foi a Pedra da Cebola. Para 2018 a produção da corrida ainda não revelou qual será o símbolo representado, mas adiantou que em 2020 será fornecido um porta-medalhas para completar o mosaico com a coleção conquistada durante o período.

O troféu da Meia Maratona de Vitória será produzido com o mesmo conceito e também traz um ponto turístico da capital. “A corrida tem atraído, cada vez mais, os atletas paras as ruas de Vitória. A modalidade esportiva tem encantado tanto atletas quanto iniciantes, além de turistas que aproveitam para correr entre as belezas naturais da nossa capital”, explica o treinador físico e também organizador da iniciativa, Bernardo Ramos.

Para contemplar todos os tipos de corredores, serão dois percursos: um com 21 km e outro com 8 km, para atender aos participantes que ainda não disputam corridas mais longas.

A largada da Meia Maratona de Vitória acontecerá na área interna da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Goiabeiras, passando pelo Centro de Vitória e em direção à Enseada do Suá. A largada da corrida de 8 km será no Sambão do Povo, seguindo o mesmo percurso de 21 km, passando pela Beira Mar. A chegada será na Praça do Papa.

Serviço: Meia Maratona de Vitória (8 e 21km): Organização: O2 Fit - Inscrições: Chiptiming

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *